5 de março de 2008

.:| Vingança

Li no blog Do Escritor de Contos que Certa vez em um show Alguém Gritou para Maria Bethânia:
.
"Sapatona".
.
E ela respondeu:
.
"Sou sim,
Mas Sou Bethânia,
e Você? Quem é?"
.

Brian de Queer As Folk ensina Justin Que Não há Desprezo Maior para um homofóbico, Do que ter de se sujeitar a um Homossexual, Ter De depender De um Pessoal Que Ele Julga Ser, Diferente Dele. Ver Este homossexual, Vivendo melhor Que Ele, Sendo melhor que Ele.
.
Não Sou Assumido, E Acho este termo completamente Ridídulo... Não me Defino Discreto, Nem Afetado, O Meu Discreto pode Ser Abusivo Demais para você, Você VÊ Aquilo que Quer... Não Apoio Causas, Não Nego, Não Confirmo, è Assim Que Levo minha Vida, Falam De Mim... Sempre Falaram, Cresci e Não Deixei De frequentar o meio hétero de Minha pacata cidade Litorânea.
.
.
A exatos 2 Domingos Atrás, e encontrei com uma Paquera De orkut, Aqui da Cidade, Acabamos Aquela Noite a Sós... Na Rua da Casa Dele, estavamos Ficando, Ele Queria que entrassemos para a casa dele, Seus pais como Ele Mesmo gostava de dizer, sabiam de sua preferência, e o apoiavam.
.
Era para Eu ter falado mais sobre Ele, tem um post Até pré Digitado, pretendo termina-lo para que Vocês Consigam entender melhor a história... Enfim..
.
Estavamos Nós, na praça em frente a casa dele, centro da cidade, Eram por volta da 1 da madrugada De Domingo para segunda.. Um Grupo De 6 ou 8 rapazes, Passou por Nós, estavamos separados, apenas conversando, Um Deles Soltou uma piadinha, -Esta Coca é fanta! Sem neuras, Não Devo nada a Eles, o problema Foi que Renato retrucou. - E Seu Pai é o soda!
.
Eles ouviram... Na hora Senti Que ia Dar merda, Voltaram... Foi Rápido.. Apenas Corri para me aproximar o maximo possível da casa Dele, Renato Entendeu Também minha preocupação, Era um grupo Grande contra dois...
.
Eles Vinham pedalando nas bicicletas deles, Senti uma Forte pancada nas Costas, na altura das costelas, e Outra mais abaixo proximo a minha bacia, Quase cai.. Apenas Continuei Andando... eles passaram por Nós, Renato Tomou um Tapa na mão em que estava com o Cigarro Acesso...
.
Eles Nos Mandaram Calar a Boca.. Porque o certo mesmo era Eles nos Encherem de Pauladas, Sim Pauladas Foi o termo usado por eles, Um Deles Alertou da possibilidade de nós chamarmos a polícia. Me lembro De Ele Dizer que os "boys" podiam discar do Celular.
.
Como Fumaça ElesSumiram Virando a Rua.
.
Agredido, Verbal e Fisicamente... pela primeira vez na vida Fisicamente.. Senti Raiva, Ódio... Por Que Aquilo? Pela Minha Opção Sexual? Pelo oque Eu faço para satisfazer Meus Desejos Sexuais?
.
Entramos, para Dentro Da Casa Dele, Ele pergunta Como estou... Como estou? Tremendo, Aterrorizado Com o Fato De ter sido Agredido por um bando de Marginais, Homofóbicos... O pai Dele sai... Se apresenta e ao Mesmo tempo, quetiona o porque De Nossos Visiveis sinais de afobação..
.
Ele Se indgna... ME sinto menos revoltado em saber que Não Sou o único, Perçebo Que ainda não tinha me apresentado, me apresento. Ele Conheçe meu Pai, paciente dele Por sinal..
.
Uma Ligação.. Me lembro que a Familia De R. è tão tradicional quanto a Minha na cidade, Uma ligação... e 5 minutos depois estavamos dentro do carro, de longe Avistamos os Policiais enquandrando o Grupo.
.
Passamos dentro do carro Sufilmado do pai De R., Fui informado Depois em pessoa Pelo Pai de Renato, Que 3 tinham passagens na polícia, e 2 das Bicicletas tinham Sido roubadas naquela mesma Noite, e que vinham de um bairro da periferia.
.
Satisfeito Ele se Sentiu...
.
Eu? Fui Humilhado... MAS
.
Em Se tratando De Mim.. Nada consegue Me Derrubar Facilmente, Não Contei a ninguém esta Situação que passei, Não tive Coragem, Não queria Olhares de Dó, quando Eu Tivesse Contando.. Mesmo Que para Minhas Amigas... Não preciso de Pena... Piedade...
.
Pretendo Continuar, Sendo Eu mesmo.. Crescendo... Por Que A cada Situação familiar a esta.. Eu Cresço.. Um monstro?? Não.. Cresço como Pessoa.. Sou estimulado a Vençer.. Serei obrigado a Humilha-los... Se Não Eles.. outros Como Eles, Que para Mim.. Sempre Serão pessoas Nulas.. Cinzas...
.
Vingança é Um prato Que Se Come
a hora Que Se pode Comer..
Seja Quente ou fria.
.
SunShine

5 comentários:

FOXX disse...

amigo
preciso te ligar...
depois dessa

preocupaçao!


amo-te

Monsieur M. disse...

Oi!!

Nossa, não consigo acreditar quando ouço coisas como essa!!! Fico extremamente indignado!!! Quem essas pessoas pensam que são, hein???

Mas, que bom que estás bem.

Só acho uma coisa: esse tipo de pessoa não merece a nossa atenção, não merece que nos igualemos a elas...

Bjs!!!

Latinha disse...

Rapaz, que susto hein...

Eu fico com o Monsieur nessa, as vezes o melhor é ouvir a besteira e ficar quieto. Nunca se sabe quando se vai "trompar" com umas pessoas dessas, eles provavelmente tem muito pouco a perder - você tem muito!

O legal foi o suporte que o pai do garoto deu a vocês...

Se cuida!!! Abração e uma ótima semana!

Rodrigo Brower disse...

Oi Marcelo, faz tempo que não vinha aqui. Sobre a questão, não acho que soframos mais do que todo mundo, a garota gorda de óculos da escola sofre, o nerd, o negro, a vesga, etc. O ser humano ainda não entende o diferente, é só. Somos gays hoje, mas muitos gays fazem o que os caras de bicicleta fizeram com outros "não iguais".

Anônimo disse...

Adorei a frase da Betânia!
saudades amigo!
Dramma
http://oreidodrama.blogspot.com

acessa meu novo endereço